segunda-feira, 30 de julho de 2007

Neste desejo: Não te prevejo. Não me prevejo.


Estamos no bar. Estamos sentados nos bancos. Levanto-me. Não tenho saias. Não te mostro as minhas pernas. Olho para trás. Não vens. Entro na casa de banho. Não vens. Aguardo. Não vens. Antes de abrir a porta dá-me um estremeção no estômago quando imagino que possas estar do outro lado da porta. Abro-a. Não vieste. Saio da casa de banho, sem deixar rasto.



Estamos no bar. Estamos sentados nos bancos. Levanto-me. Não tenho saias. Não te mostro as minhas pernas. Olho para trás. Não vens. Entro na casa de banho. Não vens. Aguardo. Não vens. Antes de abrir a porta dá-me um estremeção no estômago quando imagino que possas estar do outro lado da porta. Abro-a. Estás a olhar para mim, com a cabeça de soslaio. Olhos fixos nos meus. Dá-me outro estremeção no estômago. Sinto as pernas a bambolearem-se. Tento não transparecer a minha excitação. Forças a porta da casa de banho e empurras-me para dentro. Levantas-me a blusa de modo violador. Não há perguntas. Não há permissões orais. As minhas calças já se encontram mais abaixo de onde se encontravam ainda há pouco. Ofereço o meu corpo ao teu. Colocas-me as mãos na parede. Ambas, friso. Fico de costas para ti. Empurras-me contra ti, pegando-me na cintura. Experimentas a sensação comigo assim. Depois a sanita tapada torna-se um banco para os nossos afazeres sexuais. Muito conveniente. Saímos os dois da casa de banho, não deixando rastos.



Estamos no bar. Estamos sentados nos bancos. Levanto-me. Não tenho saias. Não te mostro as minhas pernas. Olho para trás. Não vens. Entro na casa de banho. Não vens. Aguardo. Não vens. Antes de abrir a porta dá-me um estremeção no estômago quando imagino que possas estar do outro lado da porta. Abro-a. Estás a olhar para mim, com a cabeça de soslaio. Olhos fixos nos meus. Dá-me outro estremeção no estômago. Sinto as pernas a bambolearem-se. Tento não transparecer a minha excitação. Transponho a porta da casa de banho e dirijo-me para o lavatório comum aos homens e mulheres. Tu balbucias alguma coisa. Tento não escutar. Tento anestesiar-me. Tento algemar o desejo. Tento fugir sem sair dali. Tu pegas com veemência num pedaço do meu glúteo esquerdo. Agarro na tua mão. Olho-te nos olhos. Pára, suplico. Mas, tu sabes que quero que continues, mas não sei se sabes que eu não sei se deva desejar que continues. A dúvida lançada e tropeçada na mente ficou lá encalhada e de lá não sai. A dúvida prevalece e domina o dever sobre o querer. Empurro-te com força. Pára, torno a suplicar. Saímos os dois da casa de banho, não deixando rastos.

14 comentários:

efeneto disse...

...quando o amor é feito, com, e por amor, somos sempre livres...o exagero do agradecimento não existe, o dizer "obrigado" faz bem a quem o diz e a quem o recebe. Para lhe cobrar peço somente a sua fidelidade nas visitas...já volto para comentar...como diz a tmn...até já...beijo amigo

Entre linhas... disse...

Quando existe amor verdadeiro,existe uma entrega total de sentimentos,omde nada é cobrado..
Bjs Zita

pessoa nenhuma disse...

o que é amor?...
é um desejo de ter o outro? é um desejo de estar junto ao outro?
é amizade com desejo? se assim é não seria natural poder-se ter vários amores carregados de libido por várias pessoas?
...e havendo amor ou não muita coisa pode ser cobrada...ou não....

Fallen19 disse...

Muito cool!

Desejo puro e duro, misturado com dúvidas morais(?).

Gostei das três secções apresentadas numa ordem não demasiado óbvia.

Keep writing! :)

O Sibarita disse...

Oi dona moça! E que texto heenn? Belo e olhando de soslaio o coração bate e a carne treme... Demais!

Desculpe a demora em vir aqui, estava com meu pai hospitalizado.

bjs.
O Sibarita

Palma disse...

Porque quem ama nunca sabe o que ama. Nem sabe porque ama, nem sabe o que é amar...

O Sentir dos sentidos disse...

Elsa Querida...

Belo! Belo! Belo!
As tres situações do amar...amor fazer;
Sedução, sensualidade, desejos...escrito de maneira doce e forte.
De verdade nem sei te dizer qual desejo desejei mais...apenas prevejo, que és brilhante poeta!

Beijo comsentido de carinho,

Anónimo disse...

ainda estou de boca aberta...
muito fixe.

um exercício de estilo bem conseguido e que reflecte bem a tua personalidade (mesmo no final onde, na minha opinião, falta um bocadinho de ambiguidade e de revolta aos valores morais instituídos).

adorei, linda. faz mais.

jinhos,
t.

efeneto disse...

...gostei amiga da sua maneira que lidar com as palavras...tês textos "iguaizinhos" completamente "diferentes".
Excelente exercício de estilo que não é fácil para qualquer pessoa e depois com a beleza de cada sentimento sentido. Não desfazendo na "historia da velha?" Dou-lhe os parabéns por este exercício de palavras. Beijo amigo e sempre ao dispor...

DE-PROPOSITO disse...

Andei por aqui.
fica bem.
Felicidades
Manuel

lua prateada disse...

Amiga , o amor é a coisa mais linda que pode existir em nossos corações, e devemos sim expo-lo ao nosso «EU» ama sempre pois o amor é para ser é para ser feito com AMOR...Beijinho com carinho da
SOL

efeneto disse...

Por ser impossível levar esta mensagem em mão apenas porque eu sou “ligeiramente” forte e o ecran plasma do pc só ter 350X250 Cm, venho deste modo dizer que:

A longa distância apenas serve para unir a amizade.
A saudade serve para me dar a absoluta
certeza de que ficaremos para sempre amigos...

E desejar, a si amiga(o) um óptimo fim-de-semana na companhia de quem mais desejar e na pior das hipóteses de quem mais arranjar. Um abraço para os cavalheiros, Um ramo de palavras salpicadas aqui e ali por virgulas e sílabas métricas para as senhoras/meninas. Que a Amizade vos acompanhe e que a mim não me falte. Vosso Amigo...

pessoa nenhuma disse...

efeneto: obrigado pela tua dispononibilidade e fidelidade...
palma: tem sido um prazer a nossa troca de mensagens...(re)descobrir-te depois de tanto tempo tem sido muito bom..aguardo os teus "tais poemas" e como sempre "aqueles beijos"...
T..tiaguinho: mano, para mim foi muito importante o teu comentario...és o meu maior critico..foi mesmo muito importante para mim...tu sabes...
fallen: aguardo tuas publicações. adoro ler-te..mas isso já não te é novidade.
a todos os outros, um obrigado e..até breve!

Baptisma disse...

tienes un blog muy atractivo, me agrada, te dejo un gran saludo

hasta pronto