quinta-feira, 12 de julho de 2007

Linhas Sobre a Cerveja

Cheio de espuma e âmbar misturados
Esvaziarei este copo novamente
Visões as mais hilariantes embarafustam
Pela alcova de meu cérebro
Pensamentos os mais curiosos fantasias as mais extravagantes
Ganham vida e se dissipam;
O que me importa o passar das horas?
Hoje estou tomando cerveja.
Edgar Allan Poe
Saudades do verão e de uma cervejinha bem fresquinha!

7 comentários:

Fallen19 disse...

Quem melhor que um alcoólico para nos falar de álcool? ;)

Uma cerveja gelada deitado na relva, acompanhada de deliciosos fumos ao som de concertos e gentes... I miss them...

pessoa nenhuma disse...

aguardo tua vinda para recordar tempos idos na companhia de uma cervejinha...um beijo carregado de saudades...

efeneto disse...

...se for sem alcool tambem alinho...um fim de semana na maior pelos vistos...beijo amigo regado com um bom vinho...

pessoa nenhuma disse...

doce efeneto..aceita-se moscatel..pode?
(saudações literárias);)

efeneto disse...

...desde que a mosca seja saudavel também se bebe...o acto e beber é dos mais nobres que existe...até dá a volta á cabeça...aproveito para lhe agradecer a sua visita embora como é habito irei faze-lo no meu espaço...beijo com cheiro a rum...

Preacher Freeman disse...

eheheh... só se for uma tónica pequena!!!!

pessoa nenhuma disse...

;)
freeman: uma...duas...corais sempre na mão...
a mim pode ser uma poncha que de quando em quando vai-se enchendo...
o pior é no dia a seguir...tónicas no dia seguinte para toda a gente.