sábado, 26 de janeiro de 2008

...entalada pelo tempo...empurrada pela obrigação


entalada pelo tempo
empurrada pela obrigação.
as letras têm-me feito companhia aos ouvidos e à retina, com e sem sentido para o saber, para o aplicar numa realidade praxeológica a ocupar as horas de dia.
entre as páginas a ler e reter sentidos, vejo-me aqui para um ali, não sei aonde. tanto suor neuronal para um amanhã cioso de ser concretizado e remunerado, mas quase certo que será um presente depois de amanhã. um futuro igual ao dia de hoje, pois nos dias de hoje a dedicação ao saber é um garante para nos fecharem no cofre para ninguém ouvir a voz da sabedoria, para não acordar os direitos (que se encontram na chacinia das suas mãos) e eles darem mais do que migalhas.

Nota
aqui vos deixo um abraço amigo a todos os fieis do
caos. quero deixar em nota que o meu desaparecimento deve-se a uma obrigação que me impus para gerir tempos para conseguir trabalhar e estudar. voltarei. deixo-vos com o meu sorriso que me deixa as rugas que aprecio pelo seu significado (- vida vivida e acompanhada por sorrisos e emoções expressas na facies) e quero vos deixar com um sorriso....já sabem, o lema da vida: don't worry...be happy!!! smile!!

2 comentários:

Fallen19 disse...

Fico à espera do regresso.

Beijo

RUI SANTOS disse...

ainda que fugaz fico feliz por voltar a ver o teu sorriso. divino